Notícias Gerais

Cresce a procura por seguro de cancelamento de eventos

Publicado por L.S. Revista Apólice | 22 Ago 2017 - 15:30

As coberturas de seguro para cancelamento, adiamento e interrupção de eventos passaram a ser procuradas de forma mais intensa no Brasil. A afirmação é de Juliana Santos, responsável pela carteira de seguros de Entretenimento da Chubb.

“Esse movimento reflete o atual processo de conscientização a respeito da extensão dos prejuízos provocados pela suspensão de um evento”, afirma a executiva.

Grande parte das perdas, segundo ela, se refere a gastos com publicidade, locação de espaço, contratação das atrações, serviços de montagem e desmontagem de equipamentos, devolução dos valores dos ingressos já adquiridos e vários outros.

De acordo com Juliana, a não realização do evento pode ainda colocar em cheque a credibilidade do organizador, uma vez que a propaganda negativa – sobretudo nas redes sociais – tende a manchar a sua reputação.

“Esse tipo de sinistro pode colocar em risco a continuidade do negócio de quem realiza o evento. Isso explica, em grande parte, o aumento da preocupação dos promotores no Brasil – que, por isso, buscam cada vez mais a proteção securitária. A Europa vem registrando um processo semelhante há cerca de 15 anos”, assinala o executivo responsável pela área internacional de seguros de entretenimento da empresa, Francis Hernandez. Ele esteve recentemente no Brasil para ministrar treinamentos com foco nesse tipo de seguro.

Percepção dos riscos

De acordo com Juliana, a percepção dos riscos relacionados com eventos no Brasil começou a tomar corpo logo após a virada do milênio, quando os organizadores passaram a contratar de forma mais expressiva o seguro contra acidentes pessoais. Essa proteção dá cobertura para morte e invalidez permanente em função de acidente em shows, feiras, jogos e outros eventos – considerando as mais diferentes etapas entre a montagem e a desmontagem dos equipamentos.

Depois disso, os seguros de Responsabilidade Civil também passaram a ser requisitados com mais intensidade, pois a legislação se tornou mais severa para os casos de acidentes que provocam danos e prejuízos a terceiros.

“Essas duas demandas estão agora sendo acompanhadas pelo aumento da procura pelo seguro de cancelamento”, complementa.

A cobertura abrange cancelamento, interrupção ou adiamento do evento concede proteção em caso de indisponibilidade do local devido a incêndio, raio e explosão, além de blecaute elétrico, atrasos de entrega de material, quedas de estruturas, ausência de atrações e outras possibilidades. A proteção pode ser contratada para acontecimentos de todos os portes, desde uma festa de formatura até um grandioso show em estádio ou ao ar livre.

L.S.
Revista Apólice